Resenha: Saga Cores de Outono por Keila Gon.

12:13 Fernanda Bizerra 2 Comments

Olá, Catarina´s!
       Depois de anos da primeira leitura e uma releitura de Cores de Outono veio mais uma releitura da obra, para refrescar os acontecimentos, para a ler os dois últimos livros da Trilogia da autora Keila Gon. O primeiro livro é Cores de Outono, Sombras das Primavera - Maldição do Mago e por último Luz de Inverno - Linhagem mágica. Confesso que passei anos ansiosa por essa leitura e fico muito feliz por tê-la conseguido realizar. 

    No primeiro livro conhecemos Melisa Wels e Vincent Dippel. Melisa é uma mulher que vive pela família, principalmente após tantas perdas extremamente dolorosas. Depois da morte de sua mãe ela volta com sua irmã Alice para sua cidade de origem para viver juntamente ao avó George Wels. E essa nova mudança trará para a vida dessa garota desafios que ela nem sequer imaginou em seus mais profundos sonhos ou pesadelos. 
Keila é tão linda e sem contar que sempre vejo ela como a Mel.😅😍
       Vicent Dippel é um tipo de homem intragável e as pessoas da pequena cidade de Campo Alto não suportam sua presença ou têm muito medo do belo homem e sua carranca de gente aborrecida e sem um pingo de humor. Mas a chegada da desastrada Mel mudará sua vida para sempre. 

       Esses dois personagens tem caminhos difíceis para caminhar e a felicidade não será fácil, pois como diz Vincent: Faça o certo, não o fácil. E parece que toda a obra permeia em meio a este sentido, pois nada em suas vidas é fácil, pois suas escolhas podem e trazem consequências; sejam elas pela omissão ou pela verdade. Mas o fato é que a maioria das tragédias aconteceram pela falta de confiança e pela omissão que ao meu ver estão impregnadas nas páginas da trilogia. 

      É importante dizer que amo a trilogia de Keila Gon, mas como é natural os personagens me deixaram extremamente irritada. Vincent por ser grosso demais e algumas vezes bem sem educação, apesar de toda sua formalidade e diplomacia. Sua agressividade e ciúme me deixaram bastante incomodada, mas sua essência sempre foi agressiva e com o passar dos anos e sua convivência com Melissa o tornou uma homem mais calmo. Não cheguei a odiá-lo,😅, pois é um personagem maravilhoso e todas suas omissões foram com a intenção de proteger quem amava, mas ao longo dos dias ele aprendeu que omitir os fatos apenas deixam as pessoas vulneráveis, sendo que a ignorância pode ser tanto benção como maldição. E pelo visto a maldição de Vincent era a proteção exagerada e sua falta de confiança, principalmente, na mulher que escolheu para amar. 

      Melissa Wels é uma personagem um tanto desastrada, mas uma mulher muito forte e sempre lutou por tudo que quis, mesmo quando as pessoas não confiavam e a achavam fraca demais, mas ao longo da trama ela mostrou ser capaz de coisas que a maioria das pessoas sequer imaginam e sua força é imprescindível para a beleza da trama. Mas assim como Vincent essa personagem me irritou em demasiado. Ela sempre foi muito impulsiva e isso levou a sofrimentos que não deveria passar, mas como fica claro na obra, nossas escolhas mudam nosso destino e isso acontecia diariamente com ela. Claro que me irritei demais e até cheguei a chamar os dois personagens de burros 😅😅😅. O medo, a falta de confiança e a omissão causaram traumas que marcaram suas vidas para sempre. 
       Devo dizer que as vezes achei a trama descritiva demais em algumas partes, não que isso atrapalhe a leitura, mas acho que algumas foram desnecessárias. Um personagem que EU quis que tivesse mais participação na obra foi Victor. Sim, o Senhor das Sombras é um dos meus personagens favoritos apesar de sua pequena aparição e todas ás vezes que acontecia um ataque eu quis desesperadamente que ele aparecesse, mas foi só um sonho. 

       Ludwig (o antagonista) conquistou todo o poder que sempre buscou, mas teve o fim que tamanho poder lhe reservava e ser Victor o condutor disto me deixou em êxtase e rezei por mais. Ah, é sério, Victor me conquistou! 

        Alice e Armand são personagens maravilhosos e deixaram a trama bem mais divertida e o fim dos dois foi maravilhoso e estou aqui com minha expectativa de leitora por algum livro que traga a história que os dois construirão juntos. 

        Arthur sempre foi um personagem que gostei muito e a forma que Vincent o tratou durante a trilogia me entristeceu, pois de certa forma ele afastou Melissa dos amigos (claro que de modo justificável), mas a motivação maior foi seu ciúmes e mesmo com toda força de vontade Mel sempre vencia algum ponto, mas os afastamentos foram inevitáveis. Senti falta da aproximação e da presença de Rose no romance, mas devido a vida que os protagonistas levavam por viver apreensivos é aceitável e claro que todos tiveram um final digno e Vincent já estava aproximando-se mais dos amigos de Melissa, mas dai acabou 😅😅

        Nem preciso dizer que recomendo muitíssimo a leitura, pois as obras da Keila sempre foram e serão as minhas primeiras da minha lista. 
       Siga o blog nas redes sociais:
Beijos Fê :*

2 comentários:

  1. Adorei ver essa história por seus olhos! Obrigada pelo carinho com os personagens e por deixar a magia deles entrar em seu coração! Sabe... Há algum tempo trabalho no spinoff da série, está demorando, mas espero estar confiante para dividi- lo em breve. E que ele seja o esperado complemento dessa história!!! Kkkkk beijo agradecido pelo carinho, e boas leituras! Keila Gon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótima notícia, pois quero muito mais histórias sobre esses personagens e espero que seja tão incríveis, as aventuras, quanto foi com a trilogia. Boa escrita e divida conosco logo <3

      Excluir