[Entrevista] Bruna Camporezi.

11:45 Fernanda Bizerra 6 Comments


Olá!

                  Meninas (os) faz muito tempo que fiz esta entrevista com a Bruna e por falta de tempo para organizar o post ela foi ficando até hoje. rsrs. Peço desculpas a Bruna pela demora. rsrs Veja a RESENHA.





Fê - Quem é a Bruna?

B.Camporezi – Posso dizer que sou amante de sonhos e apaixonada por livros. Desde pequena amava escrever e minha mãe sempre me incentivou a ter a literatura com muito carinho. Cresci entre diversas páginas e histórias, e hoje sou muito feliz por poder compartilhar a minha. Posso dizer que amo ser escritora, que tenho um carinho muito grande pelos leitores e que já aprendi muito com outros escritores mais experientes. Considero cada passo importante e cada leitor especial. 

Fê - O que te inspirou a escrever?



B.Camporezi – A literatura sempre fez parte da minha vida, e eu sempre tive uma imaginação muito fértil. Felizmente tive a ideia de juntar as duas coisas e resolvi segui àquilo que há tempos meu coração gritava.

Fê - Seus personagens possuem características de pessoas que você conhece?

B.Camporezi - Na verdade, não muito. É meio impossível isolar a criação dos personagens de minha vida pessoal, então algumas conversas, algumas frases acabam sim se conectando com amigos mais próximos, mas meus personagens são muito únicos e muito reais, então não posso dizer que me baseei em alguém. Principalmente depois de tanto tempo que passei com eles. Conheço a mente de cada um dos meus personagens. Sei exatamente como se comportariam em determinada situação e também conheço seus sentimentos. Talvez seja por isso que são tão reais para mim. Confesso que no começo utilizei de minha própria personalidade para descrever a personagem principal, porém, depois de um tempo ela mesma ganhou vida e agora a considero alguém diferente, alguém único. Eu a vi crescer e tenho muito orgulho do que se tornou. Posso dizer que todos os personagens se criaram facilmente, e que amo cada um deles. Espero que os leitores também se apaixonem.

Fê - Como e por que você começou a escrever?

B.Camporezi - Sempre me interessei pela literatura, então certo dia decidi que meu
amor aos livros precisava ser mais do que apenas ler, por isso passei a escrever. Eu era apaixonada pela escrita. Quando mais novinha, escrevia poemas e adorava fazer redações. Sempre tenho muitas ideias para histórias, porém sempre as perdia. Então decidi que isso não mais aconteceria, sentei em frente ao computador e tudo fez sentido quando digitei “Capitulo 1”. Percebi finalmente o que queria ser e ficava impressionada com a quantidade de ideias que vinham em minha mente!!! Esse sonho nasceu dentro de mim como uma luz, mostrando o que eu precisava ser como profissional. 

Amei, amei ser escritora desde o primeiro segundo digitando essas novas vidas, criando esses novos amigos, meus queridos personagens que já fazem parte de mim. Acho que todo escritor nasce escritor, e algum dia isso simplesmente desabrocha numa vontade avassaladora de compartilhar suas ideias com outras pessoas. Quero espalhar sorrisos, quero apresentar a fantasia a outros e mostrar que é preciso sair da realidade às vezes, e só um bom livro te ajuda nessa tarefa. Ter esse desejo em mente me incentivou a correr atrás do sonho para poder ser oficialmente uma escritora. Hoje tenho muito orgulho de ter seguido meu sonho, mas sei que minha jornada está só começando.

Fê - Você tem alguma mania enquanto escreve?

B.Camporezi - Tenho! Preciso estar sempre com meu caderninho de ideias ao lado. Já tenho três deles completos e esses dias comprei mais um! Às vezes desenho os mapas e os personagens para poder descrevê-los melhor. Principalmente no segundo livro, precisei desenhar praticamente todo o cenário! Além disso, gosto de escutar música lenta, daquelas bem calminhas, com o volume quase no mínimo. Como Enya, Ed Sheeran e as antigas da Britney Spears. E preciso escrever à noite! De preferência de madrugada! É uma paz...

Fê - Quero entender a cabeça de um autor. Então, de onde vem tanta imaginação?

B.Camporezi – Acho que nem nós mesmos nos entendemos! Brincadeira, mas com um fundinho de verdade. Acredito que nossa inspiração já nasceu conosco. Minha imaginação sempre foi muito fértil. É claro que isso não me ajudava muito nas aulas! Mas hoje posso dizer que fiz bom proveito dela. Compartilhar uma história é algo simplesmente fantástico, e um escritor está sempre criando. Parece besteira, mas é verdade. Escritores normalmente se distraem muito facilmente, perdem o foco, mas é porque sempre surgem novas ideias em nossas cabeças e então paramos para analisá-las. “Em qual livro a encaixo?” “Espere, isso poderia ser uma história!”. É sempre assim. Pelo menos comigo.

Fê - Você tem insights de criatividade ou você esta pronta para escrever, em qualquer circunstância?

B.Camporezi – Confesso que realmente há momentos que eu simplesmente preciso escrever, e quando o faço tudo flui com muita facilidade. Porém há momentos que o texto trava mesmo e não adianta forçar. Mas não tenho muita dificuldade. Quando resolvo que vou escrever, consigo fazê-lo. Tenho dificuldade de me concentrar com barulho então nem tento criar num ambiente barulhento, mas quando o lugar é silencioso, normalmente a escrita flui com bastante facilidade. Gosto do que faço, acho que esse é o segredo.

Fê - O que é a trilogia Os Segredos de Landara para você?

B.Camporezi - Significa poder segurar meu sonho na mão. Quando percebo o quanto corri e o quanto suei para poder apresentar Landara aos leitores, é quase impossível não sorrir ao segurar o livro. É muito mais do que apenas uma história, é meu início. Esse livro me colocou no ramo que mais cobicei em toda minha vida, e vou continuar correndo atrás e me esforçando para nunca sair dele. Quero viajar pelo mundo criando novas histórias, colocando sorrisos em rostos que nunca poderei fazer pessoalmente. Todo detalhe vale a pena. Amo o que faço. Amo escrever.

Fê - *Deixe uma mensagem aos leitores.

B.Camporezi – Só tenho a agradecer a todos os leitores e dizer que cada linha do livro foi escrita com muito carinho, pensando sempre na melhor maneira de fazê-los voar sem tirar os pés do chão. Landara estará sempre de portas abertas a todos os sonhadores. Espero continuar trazendo novas histórias para vocês e continuar criando novos mundos os quais todos os sonhos são bem-vindos. Muito obrigada pelo carinho! E obrigada pela parceria, Fê! Sejam todos bem-vindos à Landara!


Redes sociais

Fan Page

Skoob
Blog


Compre o seu exemplar

Saraiva
Livraria Cultura
Novo Século
Martins Fontes
Buscapé
Ache Certo


Leia o primeiro capitulo AQUI


Beijokas da Fê :*

6 comentários:

  1. Que fofa gente!
    Não conhecia o trabalho dela ainda!

    Amei,
    Beijos
    modaeeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é super e o livro mega maravilho. rsrsr

      Beijos!

      Excluir
  2. Não conhecia o trabalho dela, mas adorei!
    Essas entrevistas sempre me agradam porque é muito interessante ver o processo de escrita e o que há por trás das obras que lemos.
    Adorei!
    Beijos

    www.meumeiodevaneio.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é muito bom, gosto de saber um pouco mais sobre eles também.

      Beijos

      Excluir
  3. Ai Fernanda amei sua entrevista.E menina que perguntas ótimas você fez a Bruna.
    Eu ja conheço a Bruna pessoalmente,e digo que pessoa amável e adorável,alem de muito bonita(hahahahahaha).
    Eu estou no comecinho da minha leitura do livro Os segredos de Landara,e esta autora sabe muito bem como prender seu leitor.
    Amei a entrevista,amei conhecer um pouco mais desta autora excelente!Parabéns flor.

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha obrigada Ana, fico feliz que tenha gostado e quero muito conhecer ele um dias destes. rsrsr

      O livro é super bom.

      Beijos!

      Excluir