[Resenha] Série A Maldição do Tigre - Collen Houck.

00:00 Lunna Aisllyn 15 Comments

(Você também pode conferir a resenha original AQUI)

Nessa série somos apresentados aos meus dois tigres, Ren e Kishan, a chatonilda Kelsey, e ao Sr. Kardan. Sr. Kardan foi um personagem maravilhoso de se conhecer e poder ‘conversar’ com ele, porque ele transmite uma sabedoria que adquiriu através dos tempos que uma pessoa, curiosa como eu, iria adorar aprender com ele. Sr.Kardan é o guardião dos tigres, e só vou lhes contar que desde a maldição ele não envelhece e não morre, toda profecia ele ajuda os três a decifra-la, e é seu vasto conhecimento e sua experiência que leva os três a atingirem seu objetivo, que é.....? Sim quebrar a maldição, mas tem um outro...

Ren e Kishan são dois prinicpes indianos que por azar, ou sorte,  sofrem da maldição terem seus corpos transformados em tigres; e que tigres...

Ren é o príncipe mais velho e o tigre branco, ele seria o herdeiro do trono do império de seu pai, se não tivesse sido acometido pela maldição. Kishan é o nos belo, lindo e  maravilhoso, tigre negro que se culpa por sofrerem da maldição, por conta de coisas que ele fez no passado.

Kelsey é uma menina ( ela tem 17 anos quando a saga começa) órfã, que mora com seus pais adotivos no Oregon. Ela arruma um emprego em um circo e é nesse circo que ela conhece Ren, em sua forma de tigre. Ela é convidada a acompanhar o Sr. Kardan a uma expedição que devolverá o tigre a India. Ela acha a ideia interessante e aceita, mas ela nem imagina as surpresas que essa viagem lhe trará. É nessa viagem que ela descobrirá que o belo tigre branco na verdade é um príncipe, e que ela é a escolhida da deusa Durga para libertar ele e seu irmão. A principio ela fica confusa e receosa, afinal não é todo dia que a gente acorda com uma missão dessas, mas ela aceita para o destino a que foi designado...
Com a ajuda do Sr. Kardan ela e Ren irão embarcar numa aventura em busca do 4 elementos ( terra, ar, água e fogo) que contém os presentes que serão ofertados a deusa Durga.



O primeiro livro é basicamente só Ren e Kelsey, eles enfrentam figuras mitológicas perigosas que protegem o que vão buscar, Kelsey enfrenta pregos que coloca a sua vida em risco, mas Fanindra a salva. Ahhhhhhhhhh Fanindra é uma cobra que Durga deu a Kelsey para ajuda-la nas missões. Depois de muitos pergios e quase morrer, eles conseguem pegar o elemento e retornam a casa.

Depois disso Kelsey começa no seu lenga lenga de não merecer Ren, e isso nela me deu nos nervos, ela me irritou profundamente...

A primeira missão é ir em busca do elemento ligado a terra, Kelsey e Ren passam muito tempo sozinhos e acabam se apaixonado e é aí que entra a versão chatonilda da Kelsey, porque ela acha que não está a altura de Ren, não ´so por ele ser um príncipe, mas também por ele ser tão lindo e ela tão ‘normal’. Antes da missão eles vão atrás de Kishan, que possui um amuleto que eles acreditam poderá proteger Kelsey de possíveis perigos.

Kishan vive há muitos anos na sua forma de tigre e não tem muito interesse a voltar a ser humano e muito menos de se reconciliar com o irmão, mas aceita a ideia de proteger Kelsey e lhe dá o tal amuleto. E com isso ela e Ren saem para sua aventura.  E a única coisa que sabem que estão atrás é de algo que matará a fome da Índia.



No segundo livro, teremos muito de Kishan, tanto quanto tivemos de Ren no primeiro, digamos que o primeiro nos apresenta Ren, eo segundo Kishan.

Ren é capturado por Lokesh, um terrível mago das trevas a que é atribuído a maldição. Ele é terrivelmente torturado porque Lokesh agora quer Kelsey também, coisa que ren não está disposto a entregar...

Kelsey é deixada com Kishan para cumpri a missão em busca do elemento ligado ao ar, e também sabem que esse elemento será responsável por vestir a Índia.

A missão não é menos perigosa que a primeira, mas a aventura contida nela é digamos mais calorosa. Enquanto Ren se mostra um namorado disposto a esperar e pedir, Kishan já toma  o que quer, e ele quer Kelsey, então teremos um misto de atração apaixonante e aventura enquanto eles cumprem a missão. Missão cumprida, eles partem em busca de resgatar Ren das mãos de Lokesh.

Ren é resgatado, e em casa são e salvo, eles descobrem que ele esqueceu de Kelsey, se lembra de tudo e todos, menos dela. Aí começou o meu chororô, mesmo porque se eu ler um livro e não chorar não sou eu. Kelsey sofre muito com a rejeição que Ren tem por ela, sofre por Kishan estar apaixonada por ela e ela se sentir culpada pela dor da rejeição amorosa que ela infringe a Kishan, tem uma hora que chega a ficar chato esse triangulo.

Mas fora o lenga lenga do triangulo eu adorei o livro e ver de foto como Kishian é, porque de inicio ele parece ser grosseiro e revoltadinho, mas isso nem está perto de ser, e quando ele se deixa conhecer a gente fica totalmente in love com ele.


No terceiro livro teremos Kelsey, Ren e Kishan em busca do terceiro elemento, que é ligado a água. Kelsey é, digamos assim, uma pessoa não muito corajosa quando o assunto é mergulho em profundidade, e para ajudar a profecia fala em tubarão gigante e um mostro equivalente ao kraken. Acho que foi a aventura que mais ofereceu perigo a todos, mas principalmente a Kelsey, que dos três é a única mortal. Mas em compensação a todos os pregos, conhecemos os dragões, que são seres que levaram os três até o encontrar o elemento. E, meus amigos, que figuras incríveis são os dragões. Claro que a gene lê e sabe que é ficção e bla bla bla, mas não tem como não se encantar com tanta sabedoria expressada em cada fala e em cada lição que é transmitida aos três.

No que tange ao triangulo amoroso, aí sim o lenga lenga irrita. Ren, mesmo desmemoriado, se apaixona novamente por Kelsey, e ela está disposta a vier o romance deles dentro das limitações que Ren consegue, porque estar perto de Kelsey causa dores físicas e um desgaste também a Ren.  Em um episódio, em que ela corre risco e ele se vê incapaz de salva-la ele rompe com ela de novo, e diz para ela seguir o caminho dela que ele seguirá o dele. Kelsey chora ( e eu também) implora, corre atrás mas Ren está decidido afasta-la pelo bem dela. Depois dela ver que ele fica irredutível, ela o avisa que não terá outra chance, que se ela seguir em frente, ele ficará para trás, ele diz que não precisará de outra chance; e de novo choramos Kelsey e eu...

Kishan então investe em conquistar o coração de Kelsey, enquanto Ren esfrega na cara dela outras mulheres, Nesse momento eu quis esmurrar ele profundamente. Mas Kelsey acaba aceitando tentar um relacionamento com Kishan, e quando os pombinhos se entendem o que acontece??????????????? Ren recupera a memória! Afffffffffffff aí sim eu fiquei muito irritada tanto com ele quanto com Kelsey, com ele porque ele a queria de volta e queria que ela deixasse meu Kishan, e com ela porque mesmo sabendo que não amava Kishan foi cabeça dura o suficiente para não ver o que estava debaixo no nariz dela...

Mas se não bastasse tudo que eles estão vivendo, o que acontece????? Lokesh captura Kelsy! Ele acha, na suam ente doentia, que ele e Kelsey tem que ter um filho (homem) que terá poderes e ele, Lokesh, poderá dominar o mundo. Mas os meus lindos tigres se embrenham numa aventura e salvam a ‘mocinha indefesa’...



No quarto livro eles vão em busca do elemento fogo, toda a busca passa dentro de um vulcão ativo. O primeiro obstáculo a ser vencido é uma Fênix. Eu só ficava me perguntando que mundo é esse que essas criaturas não existem na vida real, porque elas são perfeitas em seu modo de ser e pensar... In love total com as Fênix... Com as Fênix Kelsey é testada a reconhecer suas dores e temores, ou ela é verdadeira e pode renascer tal qual uma Fênis, ou ela pode morrer, a decisão  está nas mãos dela... Ela reconhece e quando a gente acha que vai melhorar, ela continua complicando tudo... Depois da Fênix eles enfrentam os rashasas, uma espécie de vampiros, que capturam Ren e Kishan, e aí Kelsey que tem que os salvar, ela consegue o seu propósito e eles são ajudados pelos qilins a fugirem e encontrar  Bodha- Cidade de Luz, onde eles tem que enfrentar uma última missão antes de conseguir o quarto elemento.

Quando a gente pensa que a missão acabou, eles são transportados ao passado, onde o demônio Mahishasur está destruindo a Índia, e acho que nesse momento de fato, que a grande aventura e conhecimento e reconhecimento de tudo que lutaram até então. Eles conhecem a forma humana da deusa Durga, antes dela ser deusa, e vem no que ‘foram se meter’. Junto com Anamika, a manifestação humana da deusa, eles vão enfrentar Mahishasur, que na verdade é Lokesh.  Mas antes os três precisam ensinar Anamika a ser Durga. Confuso isso? Não? Ela é capitã da tropa que enfrentará Mahishaur, mas como ele tem poderes sobrenaturais, enfrenta-lo na forma humana é impossível, eles apresentam a ela todos so prêmios que buscaram, e todas as armas que Durga os deu ao longo das profecias. Ahhhhhhhhhhhhhh, eu ia esquecendo. Antes de cada missão, os três tinha que ir a um templo de Durga especfico, onde a deusa se manifestava dava a eles instruções e lhes forneciam armas que precisariam.

Anamika começa treinar com Re, o que deixa Kelsey muito enciumada, e aborrecida, porque pela primeira vez de fato ela vê um risco real deperder Ren, enquanto isso Kishan treina os exércitos.

Quando vão para batalhar algo impede Anamika de lutar contar o demônio, e ela quase dizima seu próprio exército em favor de Mahishasur. Aí teremos em cena, Peht. Phet é um monge, que apresenta no primeiro livro a maldição a Kelsey, e diz que ela é a escolhida. Ele ensina os quatro como usar as armas da forma certas, e como poderão derrotar Mahishausur. Para cada deusa é designado um tigre, escolhido pelo destino. Esses tigres são os irmãos, e não vou lhes contar quem ficará com quem... Mas o fato é que, Kelsey se transforma em Durga, Anamika também, e cada um lutará com o seu tigre, com quem fazem uma conexão de alma, e é nesse momento que podemos ter certeza quem é de quem nisso tudo... Se pesquisarem, coisa que fiz enquanto lia todos so livros, verão que a representação de Durga ela tem um tigre.

Juntos eles conseguem derrotar o demônio, mas um dos dois tigres é mortalmente atingido, sim um dos dois morre, massssssss............... o que está vivo pode trazer o outro que morreu de volta a vida usando o medalhão do tigre, esse medalhão reúne os cinco elementos, terra, ar, agua, fogo, e o quinto eu atribuí sendo o espirito. Tendo então de volta o que morreu, a custa de um sacrifico que o irmão fez temos de volta o que morreu. Fiz festa, sorri e chorei com a cena. Gente quando eu digo chorei é no sentido literal da palavra, porque não há como não chorar, quatro livros, mas de mil páginas em quatro dias, a gente vive e sente tudo que o livro transmite.

Quando chega de fato o momento da quebra da maldição, Phet, meu lindo e amado monge Phet me surpreende com uma fala: para o passado foram dois tigres, mas um fica e o outro volta.

Como assimmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm, depois de tudo os irmãos serão separados? Sim meus caros, um tigre fica no passado, afinal Durga precisa de um tigre.
O final é mega... E o que eu fiz? Chorei claro, porque a despedida dos irmãos é lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...

Eu demorei a ler, porque quando eu conheci a saga ela era muito modinha, e confesso que fujo de modinhas literárias, porque quando eu leio eu quero ler e ter a minha visão, e não a visão dos apaixonados em lançamento... Valeu muito a espera, e cada linha, e cada hora que passei em companhia dos tigres e do Sr. Kardan. Até resolvi perdoas Kelsey por ser tão chata.

Sou da teoria que o livro nos pega no momento dele nos trazer algo, para mim o momento de ler a série foi mais que acertada, e sugiro a quem ainda não leu que quando se sentir atraída pelos tigres leia. E apesar de tudo que envolve a deusa Durga, ela ser considerada uma deusa implacável, digo-os que também terminei a série querendo saber muito mais da mitologia hidu, porque ela é extremamente rica.

Então , é isso... Sei que a resenha ficou imensaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, mas eu não conseguiria falar dos livros em separados, porque eu os li na sequencia,  para falar deles eu só consigo falar de maneira corrido.

Já sinto saudades dos meus tigres, e estou pensando seriamente em relê-los, e me fartar de cada palavra de sabedoria e aventura que a série me trouxe.

Até a próxima!

Eykler Simone 

15 comentários:

  1. Oiee!!

    Primeira vez em seu blog! Lindo layout :)

    Eu li apenas o primeiro livro da saga do tigre, mas gostei até, achei muito interessante a cultura indiana e tudo! A história pareceu bem construída e apesar de a personagem principal ser bem normal e um pouco clichê, tenho esperança de gostar dela até o último livro! Os tigres são definitivamente o principal atrativo haha
    Tenho todos e acho as capas maravilhosas! Com certeza lerei até o fim! *-*

    Adorei sua resenha (pulei os spoilers) e ameeeei as fotos com o gatinhooo (amoo gatos)!!!

    Beijo!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente: kkkkkkkkkkkk Eu ri da cara do bichano na primeira foto, pareceu com o Grump.

    Olha Não li nenhum livro da serie, há meses atras fiquei
    em uma empolgação tremenda para pode ler esse livro mas depois passou, não sei porque, eu acho as capas desses livros incriveis concorda comigo?
    gostei da resenha quero conhecer um pouco mais dessas criaturas do livro que você tanto gostou. ;)

    bjusss da Giih

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gentee, que gato mais lindooo. E acho que você deve ter ficado tão agarrada a série que deixou o gato de lado, porque ele está olhando com bastante rancor para os livros kkkk e no quarto e último ele demonstra um certo afeto, pois terá sua dona de volta.
    Deixando o gato de lado, quando conheci o primeiro livro da série, não fiquei atraída. Vi muitas blogueiras apaixonadas e ansiosas pelos livros seguintes, porém não senti nenhuma vontade em ler. Então, a Luciana do blog Sem-Spoiler, resenhou o primeiro livro e fiquei um pouco tentada. Mas não pesquisei sobre os outros sabe.
    Eu gostei muito da forma como você resenhou, ficou bem claro como é o enredo de cada livro da série e estou mais tentada ainda em começar a leitura o quanto antes.
    Beijos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olaaaaaa
    a historia e incrivel,me imaginei que tigre maravilhoso lindo e depois de liberto ainda mais lindo e com uma força total...
    mais a historia deu para perceber que nos prende e uma leitura puxa a outra,os personagens parecem ser bem construidos,apesar de vermos historia da menina ou do rapaz que e designado a salvar alguem ou desvendar alguns misterio..mais sim me prendeu sua resenha imagino que os livros tambem...
    e o legal como vc disse acaba nos despertando a conhecer novas culturas...
    Culturas mais afuno...
    Desclpa se o comentario nao foi coerente,mais nao sei o que dizer visto que a leitura dele parece se complexa mais mesma assim fascinante
    bjs lindonaaassss
    www.zilandramakes.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Eu simplesmente AMOO de paixão essa série! A Kelsey é mesmo insuportável, e eu não conseguia evitar rir sempre que ela se machucava...haha'
    O final da saga me deixou sem chão e eu chorei sem parar, odiei a autora por conta disso e até agora não superei *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu realmente já conhecia a série, mas não li os livros. Não curti muito, apesar de ter achado as capas bem bonitas. Aliás, teu gato combinou! haha Mas olha, já vi no coment ali de cima, que odiaram a autora pelo final.. Então já ne me digno a ler. Vou odiar mais. haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu sou loucamente apaixonada por essa série. Eu sou fã do Ren, me apaixonei por ele desde que o conheci. E apesar de ele ter feio algumas burradas na história, sei que foi o jeito dele de proteger a Kelsey. O Kishan é muito lindo e fiquei com pena dele por amar a Kelsey, mas não ser correspondido. Mas a vida é assim fazer o quê? Me cortou o coração com o final dele na série e fiquei mais apaixonada por ele por ser uma pessoa generosa. Enfim, eu amo tudo nessa série a Deusa Durga, Phet, e até Lokesh que foi um belo vilão. Não tem como não se apaixonar por todos os personagens.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi flor, que resenha imeeeenssaaaaaaaaaaaaa, hahahah..mas adorei cada linha, sou como você,não curto muito ler o livro quando ele é uma modinha, Se Eu Ficar estou esperando passar esse trelele todo para comprar e ler, o mesmo com essa saga, agora vou comprá-la e ler...depois da sua resenha não tenho mais dúvida que irei amar essa história, e não sei porque ,mas a história me lembrou um pouco a história do Avatar, talvez pelos elementos citados na história:terra,ar,água e fogo,hahahaha.

    Enfim,sua resenha ficou impecável e eu espero colocar as mãos nessas delícias bem rápido e ler tudo.

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá Eykler, tudo bem?

    Já vi tanta gente falando bem da série, mas não consigo ficar atraída por ela. Vou aguardar mais um pouco e absorver o enredo para poder adquiri-lo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu ammmmmooooooooo ler seguido assim como vc fez! Eu só li o primeiro livro, mas ainda vou continuar a história, ainda não tive é tempo! Parabéns pela resenha! E eu amei o gatooooooooooo, que lindoooooo! Lindo lindo!
    Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Sou muito suspeita pra falar da série, amo de paixão. Li o primeiro pela capa e depois devorei um atrás do outro. Agora estou na espera do filme e de forças para ler A promessa do tigre, já sei que vou me emocionr bastante.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  12. Olá Fê! Tudo bem???
    Vou te dizer que só me apaixonei pelas capas desses livros, são lindas de viver, mas a história em si não me chamou muito atenção, ainda mais por ser uma saga ai que não rolou mesmo... Adorei sua resenha apesar deles não entrarem para a minha lista.
    Bjus
    Juh - http://surtosdajuleka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Fê pelo amor de Deus, que resenha enormeeeeeeeeeeeee...hehehehe
    Estou igual e você, estou com os dois primeiros livros aqui, mas só irei ler quando completar a série, mas só de saber que depois de tudo que passaram os irmãos irão se separar, me quebrou.
    Amei de paixão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Ola Eyker essa série não conseguiu me chamar atenção, li algumas resenhas e mesmo assim não me interessei, não me prendeu . Que bom que gostou bastante da leitura e já pensa em reler rsss sinal que adorou . beijos

    ResponderExcluir