[Devaneios da Sol] Beleza S.A. - Soraya Abuchaim

00:00 Fernanda Bizerra 20 Comments


Hoje resolvi escrever um pouco sobre a terrível indústria da beleza… (e não estou aqui mencionando a indústria literalmente, apenas como expressão de linguagem)
Todos nós queremos nos sentir bem, procuramos nos aceitar e melhorar a aparência, certo? 
Certo! Mas até que ponto essa busca pela perfeição é saudável e normal? Em que momento, no fim das contas, nos perdemos no tempo e acabamos passando por cima de nossa saúde – e de nossos ideais! – apenas para nos “amarmos” (ou sermos amadas)?
A questão da vaidade para mim sempre foi muito relativa. Acredito muito que devemos sim nos sentir bem, nos arrumar, passar maquiagem (sou suspeita rsrs), nos vestir bem… até aí nada de anormal (inclusive acho que em especial nós, mulheres, devemos nos sentir MULHERES, na total acepção da palavra, e isso requer uma pitadinha da vaidade saudável).

O problema é que o que se vê hoje é uma imagem completamente distorcida da realidade do que um dia foi a vaidade feminina em busca da auto-aceitação. A sociedade chegou num tal ponto em que as pessoas consideradas “feias” ( e olha que isso é ABSOLUTAMENTE relativo) perdem muito espaço nas atividades diárias.
Notem bem a linha tênue que existe entre uma pessoa que é descuidada com a aparência e aquela que é considerada desprovida de atrativos físicos nos padrões atuais (???).
Um bom exemplo disso é um fato que marcou minha vida uns anos atrás, quando uma amiga não foi contratada por um hotel porque era “gordinha”!!  Claro que isso hoje em dia daria um belo processo, mas foi muito triste na época, ainda mais porque ela soube o motivo!
Eu, por exemplo, faço exercícios porque amo, e é claro que a consequência acaba sendo um corpo mais cuidado, mas as coisas que eu vejo as pessoas fazerem em busca do corpo perfeito é insano! E não estou aqui falando de coisas simples, como silicone, botox, etc. A questão é muito mais séria quando envolve medicamentos que podem trazer riscos à vida, coisas ilícitas, usadas em animais até!
E isso é fruto da cabeça das pessoas dos dias de hoje, da nossa sociedade! Gente, nós acabamos sendo selecionadas pelos nossos dotes! Imagina, um homem se aproxima da mulher pela beleza, sem nem se importar se ela sabe falar um português, conversar, se ela tem um mínimo de inteligência. Aí inexplicavelmente depois de um tempo o relacionamento cai na rotina… alguém aí tem ideia do motivo?? Hum…. parece meio óbvio, não?
Vemos mulheres inteligentíssimas, interessantes, bem-sucedidas e SOLTEIRAS, porque lhes falta “isso” ou “aquilo” que seria um atrativo masculino. E aqui não digo que tudo se trata de relacionamento amoroso, no fim das contas, mas acredito que seja o primeiro reflexo da baixa auto-estima.
Passamos a ser escolhidas pelo que TEMOS em nosso corpo (e financeiramente também, claro) e não pelo que SOMOS dentro de nossa mente….
Isso é um pouco triste, porque acabamos ficando numa situação em que ou perdemos a nossa essência e nos rendemos à busca desenfreada pela perfeição ou corremos o risco de ficarmos relegadas à solidão!
Exagero?? Gostaria que fosse, mas o mundo aí fora é bem cruel…
Eu realmente gostaria que as mulheres erguessem a cabeça e começassem a dominar e virar esse jogo! Chega de ser escolhida apenas por motivos fúteis! Vamos mostrar quem realmente somos, provar que podemos ser lindas à nossa maneira, que podemos nos cuidar muito, mas que temos um cérebro que funciona e muito bem!
Vamos parar de dar atenção a quem não nos valoriza como somos!! E trazer coisas positivas à nossa existência!
A sociedade só vai mudar quando realmente começarmos a valorizar outras coisas além do corpo físico. Mais uma vez digo, TEMOS QUE NOS CUIDAR, maquiagem, academia, reeducação alimentar, mas tudo sem exagero, sem pensar na perfeição e sim nos benefícios que cada ação nos trará. Porque fatalmente as práticas saudáveis nos trazem resultados satisfatórios.
Com isso, vamos diminuir a quantidade de pessoas que sofrem de baixa auto-estima, que se auto-boicotam por achar que não “merecem” pertencer a determinados lugares, etc., etc…
O que vocês acham disso? Pode partir de nós essa virada de jogo?

Sol
Beijinhos e até a próxima!

20 comentários:

  1. Oi,

    Concordo plenamenta com o que você disse, muitas pessoas mudam totalmente porque outras dizem que só aquilo importa, a gente tem que ser feliz com o corpo que temos e não com o que as outras acham de nós.

    Mayla
    http://meulivromeutudo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Realmente virar o jogo nesse sentido é algo que só pode ser feito por nós. Se não tomarmos uma atitude, não é a tal ditadura da beleza que vai mudar sozinha. Aliás, penso que a ditadura da beleza só existe porque nos moldamos a ela, aceitamo-la como verdade.

    Thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Hoje em dia, todo mundo (aqui quero dizer a massa, a grande maioria) quer agradar. Enquanto vivermos em uma sociedade onde o corpo tem mais importância que o intelecto, seremos uma sociedade inferior, não pensante. Como mudar isso? Cada um fazendo sua parte.
    Beijos

    http://vidasempretoebranco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá! Realmente enfrentamos um problema sério com essa busca da beleza. Eu acho que as pessoas deveriam tentar se sentir bem do jeito que são. Quer se arrumar um pouco? Tá legal! Mas tem certas coisas que não consigo engolir. Criaram um padrão impossível de beleza. Às vezes bem doentio.
    bjs
    http://www.horadaleitur.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Amei teu post. Tenho exemplos sobre isso, já tomei um "toco" do menino que gostava, que falou assim "ah, é essa gorda, não ela não!", e hoje sou feliz com um menino a cima do peso.
    Sou feliz comigo mesma, mudaria algumas coisinhas, mas me amo assim, a cima do peso.
    Curti muito teu post, bem sincero.
    2Bjos
    http://ameninaqueprocuravasorrisos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem?

    Adorei o post, concordo com tudo isso. Sei como é isso, muitas vezes me senti excluída na escola por ser um pouco diferente e já vi amigas minhas sofrendo por causa disso também. Infelizmente a sociedade valoriza tanto a beleza, que acaba sendo prejudicial. Também não vejo problema em se arrumar, em querer ser bonita, mas as vezes é um absurdo o que acontece para alcançar a perfeição.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  7. Eu acho que se alguém descobrisse mais a pessoa pelo carater e não pela beleza física,haveria mais amor :)
    Beijinhos, Gabi Bueno
    Meu blog: Gabi e o mundo secreto ♥

    ResponderExcluir
  8. Oi Fe e Sol, tudo bem?
    Nem sei o que dizer, são tantos os motivos que levam as pessoas a terem essa fixação pela beleza. Acho triste. Concordo com o que fazemos pela saúde e para sentir bem também, desde que não haja exageros. os valores da sociedade atual estão todos distorcidos, infelizmente.Gostei da postagem.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá =).
    Adorei o texto e acho que sim, a virada tem que vir de nós!
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto, mas, felizmente já venci a indústria da beleza; não me prendo a padrões preconcebidos.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sol. Muito interessante seu texto.
    Eu sempre estive acima do peso, desde criança. E, lógico, sempre lutei contra a balança. Estar gordinha não faz mal apenas à minha autoestima, mas também à minha saúde. Emagreci pra casar tomando remédios daqueles que estão proibidos e engordei 24 kg após o casamento. Claro que fiquei mal! Não tinha mais prazer em me arrumar, em usar maquiagem ou fazer a unha. Virei uma gordinha descuidada, e isso acabou comigo. Aos poucos, fui me conscientizando de que eu precisava me sentir bem, não importava o peso. Resolvi mudar, entrei pra academia, mas descobri uma hérnia de disco. E aí eu TIVE QUE emagrecer. Não teve jeito! Hoje já eliminei 20 kg, e com isso a autoestima voltou a subir. Ainda não estou magra e nunca serei, até porque meu biotipo não combina e eu ia parecer doente. Mas agora me sinto melhor, quero só perder mais um pouquinho. E meu marido teve total participação nisso, nunca me botou pra baixo, pelo contrário, me elogiava e apoiava todas as dietas que eu inventava.
    Infelizmente a sociedade tem padrões de beleza muito rígidos e questionáveis.E muita gente vai na onda pra ser aceito. Pra mim, isso não rola!
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  12. Olá, adoro essa coluna sempre trazendo ótimos textos .
    Com relação ao que você falou eu vou confessar que teve um momento da minha vida que eu me preocupava muito com o que iam achar com como eu estava vestida e tudo o mais, mas sabe eu agora não.to nem ai . Gosto de me sentir bem e não importa se para isso eu preciso estar maquiada ou não , gorda ou magra, com roupas justas ou largas. Quero ser amada e querida por ser eu e não por ser como outros querem. Adorei seu texto parabéns !
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Oii,

    Adorei esse desvaneio! É tudo da forma como eu penso e já até falei lá no blog algumas vezes. Nunca segui os padrões de belezas e até hoje ainda não tive nenhum problema, até porque aprendi que é melhor ri de ao inves de deixar outra pessoa rir de mim.

    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
    Blog EC&M

    ResponderExcluir
  14. Infelizmente hoje é assim, é triste saber que muitos só veem a beleza exterior como o padrão para sucesso, fama, e até desempenho na área profissional. Mas o importante é não deixarmos que pisem em cima de nós por conta da aparência.

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    FIQUEI CHOCADA! NÃO CONTRATARAM SUA AMIGA POR TER UM QUILINHOS A MAIS?!
    eles que tem alguns quilinhos de massa cinzenta a menos! que absurdo!
    Concordo com o que você disse, temos que nos aceitar pelo que somos, contudo não devemos relaxar. Afinal o relaxo pode acarretar em diversas doenças, como obesidade e até a depressão, pela insatisfação gerada!
    Acima de tudo a sociedade precisa aprender que a beleza interior é a mais importante e que ninguém é melhor que ninguém, portando não tem porque julgar os outros certo?! :)
    Gostei muito do texto, parabéns pela reflexão!

    um beeijo Lara
    http://meusmundosnomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oláaa concordo com tudo que falou, infelizmente a sociedade esta vidrada ao visual, concordo que a virada tenha que partir da gente, mas a maioria continua no erro. Não perco as esperanças mas vai ser algo lento =/

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  17. Oi Sol!
    Seus textos sempre coerentes e contundentes! Adoro te ler!
    E esta sociedade é meio insana mesmo... Depois que ouvi que estava solteira porque não aliso o cabelo, não falo mais nada.
    É triste ver essa manipulação de massa para induzir o que é belo.
    O padrão criado é tão sem noção...

    Espero que os seus leitores sejam despertados por meio dos teus textos, das suas palavras!

    Um beijo,

    http://www.algumasobservacoes.com/
    http://teoriapraticaeaprendizado.blogspot.com.br/
    http://nossocdl.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Gostei muito do texto, e de fato esse tema é um problema que assola a nossa sociedade. Chegamos a um ponto onde nossa aparência física, nossos atributos externos valem mais do que o conhecimento, do que o interesse...E isso é horrível, pois as pessoas esquecem que a beleza, apesar de importante e desejada, só entretém durante alguns minutos, a medida que o conhecimento, o poder de uma boa conversa pode durar a vida toda.
    Espero que um dia as pessoas possam perceber que a beleza existe de várias formas, e que, apesar de importante, não é tudo :/
    Beijos, excelente texto!

    http://meuuniversox.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Verdade.... as mulheres precisavam "malhar" autoestima... tenho visto coisas absurdas

    http://corujicesnomundo.com.br

    ResponderExcluir
  20. Concordo com absolutamente tudo do texto. É até triste ver como as pessoas são influencias por esses padrões de beleza. Conheço pessoas com autoestima muito baixa e que fazem absurdos só para ter um "corpo perfeito" e ser aceita na sociedade.
    http://luludeluxemburgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir