O Farol do Porto da Paz - Kelly Cortez

08:40 Fernanda Bizerra 10 Comments

Olá!

         
     Gente hoje trago a vocês a resenha do livro O Farol do Porto da Paz - Kelly Cortez nossa parceira aqui do blog. Este livro me chamou muita atenção por sua sinopse e ao ler vi que se tratava de um tema polêmico de medo, dor e tantas outras maldades humanas e fiquei muito curiosa. 


Leia Sinopse AQUI



            O Farol do Porto da Paz, nos trás preconceitos arraigados com estereótipos de que a mulher deve servi o homem e não possui o direito a ter voz dentro de casa. Mônica é uma mulher sofrida que dedica sua vida a cuidar de casa, filhos e marido. Uma mulher sem voz, que apenas servi. 


          Roberto Paiva um homem machista, cheio de querer e opiniões absurdas, além de ser um homem o qual não pode ser contrariado, as suas ordens devem ser cumpridas e nunca questionadas. Um ser incapaz de demonstrar carinho aos filhos e a esposa a qual ele sempre destrata e a chama de louca e matuta, e se não bastasse os xingamentos ainda tem as pancadas.  


         Realmente as pessoas só pensam no que tem quando estão prestes a perder. Marta só pensou na Mãe e se ela tinha algum sonho, quando estava perto de sair de casa e ir para longe e ficar sem ela, nunca pensou em ajudar nos afazeres de casa, nunca pensou como as coisas apareciam limpas e comida feita. Afinal a culpa é de quem, dois pais que criam filhos egoístas ou dos próprios filhos que não si importam em pensar no que os pais abrem mão para eles serem alguém na vida?!.

             Bom eu sempre tive uma certa birra com jornalistas e este livro fez isso crescer um pouco mais, porque vi aqui que eles realmente parecem e não se importar com as consequências de suas noticias e grandes furos como eles mesmo dizem. Neste livro Toninho faz de tudo para aparecer na TV, para fica famoso, só pensa em fama. Assim é Toninho um garoto que admirei na infância, mas se tornou um profissional que aprendi a abominar (Quero deixar claro que não odeio os jornalista, eu apenas não gosto da forma que eles trabalham muitas vezes com urubus em cima de carniça).

Foi bom ver o Toninho sofrer o mesmo assédio que ele sempre provocou  nas outras pessoas por sua busca de um grande furo.

              Toninho era um menino doce e se transformou em um homem egoísta, só pensa em suas roupas caras e perfumes luxuosos e carros grandiosos. Mas o cara parece ter duas caras porque, uma hora ele pensa em sua fama e luxo e depois dá a doida de ser altruísta, vai entender.! Sim ele tem seus momentos de compaixão, mas nada que me faça esquecer o seu egocentrismo.

 
       Toninho sofrer tanto na cobertura da guerra do Iraque que aprendeu que fama e dinheiro não é tudo, que agradecer pelo que si tem é bom, pois há muitos por ai que não tem nada do que ele já teve e tem.

          A guerra devasta vidas, famílias, crianças que não tem a minima culpa são usadas como homens-bombas. Não quero criticar a fé de ninguém, mas não consigo entender uma cultura que se diz tão temente a Deus,  mas cometem tamanha atrocidades com seus semelhantes por Poder?!.   

                     A GUERRA: Confesso que nunca entendi e nunca entenderei a sua finalidade.. "O porque da guerra?, será que as pessoas não são capazes de entender que GUERRA traz apenas, morte, dor, sofrimento, percas, solidão, pecado e horror perante aos olhos de Deus, e que nunca vão se chegar a outro lugar que não seja a morte de seus semelhantes!?"....

           Pessoal eu recomendo a leitura deste livro, porque ele nos faz ver o nosso lado egoístas, e mal-agradecidos. Um livro que te faz pensar no que seus pais fazem por você e muitas das vezes ou sempre nem mesmo agradecemos. Uma história de guerra sem sentido, sempre a verei assim e culturas que dizem amar a Deus, mas cometem coisas horríveis com o seu próximo.

Onde comprar.

 Beijos!

10 comentários:

  1. Parece ser bem interessante o livro.
    Ainda não conhecia, parece ser legal!

    bjs
    modaeeu

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da resenha!!
    Fiquei bem intrigada com o livro, não é o geralmente leio, mas me deixou muito curiosa!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é muito legal sim...mexe muito com a gente.

      Beijso!

      Excluir
  3. Aaaah vc tem birra com jornalistas? Faz isso não, eu juro que sou uma jornalista legal =D Mas realmente eu achei o livro muito interessante. Os novos autores brasileiros estão dando um show. Parabéns pela parceria e Parabéns a Kelly pelo livro.

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por increível que pareça sou Relações Públicas...rrsrsrsr~

      é super legal..

      Beijos!

      Excluir
  4. Tenho muita vontade de ler esse livro pois acredito que seja uma história forte, emocionante e de certa forma realista. Adorei a resenha e adoro a capa desse livro, é linda e ao mesmo tempo triste e nos faz querer ler o mais depressa possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom mesmo Mah,espero que possa ler o quanto antes, pois é muito bom.

      Beijos!

      Excluir
  5. Não conhecia o livro e fiquei interessada, ele parece ser bem legal! *___*

    Gih Alves || http://jeito-inedito.blogspot.com.br
    {ah, eu tô seguindo. Se puder retribuir ficarei muito agradecida :D}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih, realmente é muito bom, mexe muito com nossos sentimentos.

      Beijos!

      Excluir